Liberato Produções Culturais
domingo, 16 dezembro 2018
Ritos de Passagem

Blog Liberato

Matéria sobre Ritos de Passagem na Bravo!

por candidaluzliberato@gmail.com em 11/01/10 às 11:29

O encarte especial da revista Bravo!, edição Bahia de janeiro de 2010, apresenta uma matéria sobre a produção cinematográfica na Bahia e cita entre as diversas produções em realizações no Estado o filme Ritos de Passagem, como pode ser conferido no texto da página 38:
 "O animador Chico Liberato vai levar às telas uma história de dois personagens do imaginário do sertão nordestino: o Santo e o Guerreiro. Após a morte, eles embarcam na barca de Caronte, o barqueiro do Rio da Morte, que provoca nos personagens reflexões sobre os atos e escolhas de cada um. "Por meio dos ritos de passagem, transcorrerá a autoanálise dos personagens principais", revela. Para a realização do longa, foram contratados cerca de 90 profissionais, entre técnicos, artistas e equipe de apoio. O projeto ainda conta com artistas importantes, como Jackson Costa, Margareth Menezes, Ingra Liberato e o autor da música tema, Elomar Figueira Mello, que já havia trabalhado com o dirtetor em Boi Aruá".

Comentários

shirley paradizo 09/05/11 04:27
Foi uma matéria feita com muito carinho! A animação nacional precisa ser incentivada, prestigiada e reconhecida! Mas creio que ela está conseguindo cada vez mais ganhar espaço nos cinemas e na televisão! Um grande abraço...
Veruska Narikawa 24/11/10 10:23
Bom seria se o povo brasileiro tivesse mais acesso à cultura, principalmente à verdadeira cultura brasileira feita por pessoas como vocês! Parabéns pelo talento e pela rica simplicidade, ao mostrar para o mundo, a arte nordestina com bois, santos e cangaceiros! Abraço! Veruska Narikawa (veruskanarikawa@gmail.com)
maurício squarisi 22/02/10 07:36
não vi a revista, mas, pessoas vieram comentar. Bravo! Beijos a todas e todos... mauríciop
Alba Liberato 26/01/10 05:36
Bacana a matéria, bravo, bravo! levando-se em conta a dimensão da tão falada política de apoio aos filmes de animação no orçamento destinado à cultura, ou ainda se duvida do poder de sedução da animação ou essa é uma linguagem que o Brasil pretende importar enquanto estúdios estrangeiros programarem com especial carinho seus estouros de bilheteria junto ao público brasileiro de todas as idades a cada época de férias. Quando teremos de fato um filme longa brasileiro lançado a cada período das férias de verão? Quando teremos todo o custo de divulgação garantido ao projeto ainda em produção para que nos concentremos na sua qualidade e capacidade de cativar, inovar, ensinar, trazer as novas gerações para o campo da animação? Bravo deu uma mãozinha poderosa na formação da visão da importância da animação brasileira!
nadia 19/01/10 11:23
Bravo!!!

Deixe seu comentário

DESENVOLVIDO POR BDGWEB © 2007. BDGBRASIL. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS bdgbrasil